Cooperativismo - Coopfisco - Bons Negócios, Confiabilidade e Mais Vantagens - (27)3200-3989
topo

Cooperativismo

E-mail Imprimir PDF

Definição

O cooperativismo é um movimento que busca constituir uma sociedade justa, livre e fraterna através de ações que atendam às necessidades reais dos cooperados. As organizações cooperativas têm em comum valores como a ajuda mútua, a solidariedade, democracia e participação. Tradicionalmente, os cooperados também acreditam em valores éticos de honestidade, responsabilidade social e preocupação com o semelhante.

É o método de ação pelo qual indivíduos com interesses comuns contribuem com uma cota de capital para a formação de um empreendimento. Neste, os direitos de todos são iguais e o resultado alcançado é repartido entre seus integrantes, na proporção de sua participação nas atividades da organização. São administradas pelos próprios cooperados, eleitos em assembléia geral. Se a organização é bem administrada, obtém uma receita maior do que as despesas e os rendimentos são divididos entre os sócios.

A cooperativa é uma das formas avançadas de organização da sociedade civil. Proporciona o desenvolvimento sócio-econômico aos seus integrantes e comunidade; resgata a cidadania através da participação, do exercício da democracia, da liberdade e autonomia, no processo de organização da economia e do trabalho.

 

Princípio

  • Adesão voluntária e livre

 

As cooperativas são organizações voluntárias, abertas a todas as pessoas aptas a utilizar os seus serviços e assumir as responsabilidades como membros, sem discriminação de sexo, ou de ordem social, política e religiosa.

 

 

  • Gestão democrática pelos membros

 

As cooperativas são organizações democráticas, controladas pelos seus membros, que participam ativamente na formulação de suas políticas e na tomada de decisões. Os indivíduos eleitos como representantes dos demais membros, são responsáveis perante estes.

 

 

  • Participação econômica dos membros

 

Os sócios contribuem eqüitativamente para o capital das suas cooperativas e controlam esse capital democraticamente.

 

 

  • Autonomia e independência

 

As cooperativas são organizações autônomas e podem firmar acordos com outras organizações, incluindo instituições públicas, ou recorrerem ao capital externo, porém devem fazê-lo em condições que assegurem o controle democrático pelos seus membros, e mantenham a autonomia da cooperativa.

 

 

  • Educação, formação e informação

 

As cooperativas promovem a educação e a formação dos seus membros, os representantes eleitos e dos trabalhadores, de forma que estes possam contribuir eficazmente para o desenvolvimento de suas cooperativas. Informam ao público em geral, particularmente os jovens e os líderes de opinião, sobre a natureza e as vantagens da cooperação.

 

 

  • Intercooperação

 

As cooperativas trabalham em conjunto, através de estruturas locais, regionais, nacionais e internacionais aumentando a força do movimento cooperativo.

 

 

  • Preocupação com a comunidade

 

As cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades, através de políticas aprovadas pelos seus membros.

 

Direitos e deveres dos cooperados

 

  • Direitos

 

      - Utilizar os serviços prestados pela cooperativa.

      - Tomar parte nas Assembléias Gerais, discutindo e votando os assuntos que nelas forem tratados.

      - Propor ao Conselho de Administração e às Assembléias, as medidas que julgar conveniente ao interesse do quadro social.

      - Propor ao Conselho de Administração e às Assembléias, as medidas que julgar conveniente ao interesse do quadro social.

      - Efetuar, com a cooperativa, as operações que forem programadas.

      - Obter, durante os 30 dias que antecedem a Assembléia Geral, informações a respeito da situação financeira da cooperativa, bem como sobre os balanços e     demonstrativos.

      - Votar e ser votado para os cargos no Conselho de Administração e Conselho Fiscal.

      - No caso de desligamento da cooperativa, retirar o capital, conforme estabelece o

      - Estatuto Social.

 

 

  • Deveres

 

- Integralizar as quotas-partes de capital.

- Operar com a cooperativa.

- Observar o Estatuto Social da cooperativa.

- Cumprir fielmente com os compromissos em relação à cooperativa.

- Respeitar as decisões da Assembléia Geral e do Conselho Diretor.

- Cobrir sua parte, quando forem apuradas perdas no fim do exercício.

- Participar das atividades desenvolvidas pela cooperativa.

 

 
Voce está aqui: Home Cooperativismo